Reciclagem de lixo eletrônico: primeiras impressões sobre projeto de extensão em ambiente acadêmico

  • Antonio Henrique Habib Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina
  • Vanderley Gondim Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina
Palavras-chave: lixo eletrônico de informática, Política Nacional de Resíduos Sólidos, sustentabilidade, projeto de extensão

Resumo

A preocupação ambiental instigou a vontade de conhecer a experiência de uma instituição de ensino superior do sertão pernambucano que vem desenvolvendo um projeto de extensão, cujo objetivo está pautado na possibilidade de difusão do conhecimento sobre lixo eletrônico de informática, problematizando os modos para redução dos impactos desses resíduos no meio ambiente e na saúde da população. O presente trabalho propõe-se a colaborar com o conhecimento sobre o lixo eletrônico de informática, alinhado à possibilidade de gerenciamento sustentável e, portanto, com efeitos positivos do ponto de vista social e econômico. Trata-se, pois, de um estudo de caso, no qual a ação de extensão acadêmica transita entre a coleta de lixo eletrônico de informática e a qualificação profissional para reciclagem desses resíduos, articulada ao programa de inclusão digital, destinado aos jovens, adolescentes e adultos de bairros periféricos. A principal âncora teórica deste estudo é a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS, instituída pela Lei nº 12.305/2010, que apresenta como pano de fundo a ideia de responsabilidade compartilhada – governos, indústrias, revendedores, consumidores, catadores e recicladores – para preservação do meio ambiente e proteção às pessoas em relação aos possíveis danos provocados pelo tratamento inadequado dos resíduos eletroeletrônicos. Observou-se que o projeto permitiu aos participantes a compreensão da cadeia de transformação de lixo eletrônico de informática ao tempo em que se indicou a necessidade de inclusão desse eixo temático no currículo acadêmico do curso de Ciências da Computação da Instituição.

Publicado
2015-03-10
Seção
Artigo RPT